sexta-feira, 16 de fevereiro de 2007

Câmera amadora na Magnum?!


Crianças de rua pedindo esmola em Goma, na República Democrática do Congo - Alex Majoli/Magnum Photos

Quando se fala de foto feita para a Time, Newsweek ou qualquer outra publicação ou projeto de porte mundial, se imagina que o fotógrafo esteja usando o melhor do melhor em termos de equipamento, certo?
Não é bem o caso com o fotógrafo da Magnum, Alex Majoli. Em 2002, quando ele foi convidado para participar do projeto A Day in the Life of Africa, Alex recebeu da Olympus (umas das patrocinadoras do trabalho) duas câmera compactas digitais. Ele usou e ficou impressionado com as capacidades da máquina e desde então vem fotografando com modelos que são usados diariamente por famílias e jovens amadores (Olympus C-8080).
Por quê? Alex responde que a câmera é pequena, não tem o som do obturador ("as pessoas não sabem que as estou fotografando. É incrível") e tem uma grande profundidade de campo. À parte dos aspectos técnicos, o que realmente mudou para Alex foi a forma como as pessoas encaravam a sua presença e o seu trabalho. Deu-lhe mais espaço e acesso às pessoas. Quem quiser ler toda a matéria e entrevista feita na Rob Galbraith, acesse aqui.
Dica dada por Mariana Vasconcellos.

Um comentário:

Daniel disse...

É realmente impressionante. Ainda mais quando se pensa na corrida pelos megapixels. Estava lendo na revista Fotodigital um comparativo de compactas. Sinceramente fiquei apaixonado pela Fuji Finepix F30. Testei algumas imagens com iso 1600 que são tão boas(?) quanto as de uma Canon XT.
Sonho com o dia em que poderei bater a 6400 numa digital sem querer bater com a câmera na parede...

 
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 2.5 Brazil License.